Acústica para Igreja

Acústica para Igreja

Este artigo tem a finalidade de discutir qual é a importância acústica nas Igrejas. Analisaremos qual é a relação existente entre arquitetura e acústica na construção das Igrejas atualmente.

Todo e qualquer Templo religioso deveria ser construído tendo como base dois pilares conceituais, local para reunir pessoas e transmissão de mensagem. Este dois requisitos podem ser observados em construções de Igrejas até mesmo na antiguidade.

Quando os dois conceitos são aplicados, o Templo pode reunir as pessoas de forma agradável para ouvir a palavra de Deus. Estes conceitos devem ser incorporados desde o lançamento da pedra fundamental até a inauguração da Igreja.

Infelizmente com o passar dos anos o conceito básico foi perdendo força e atualmente podemos constatar que existe uma separação clara entre os pilares que formam o conceito da construção de Templos.

A grande maioria das construções leva em consideração apenas uma parte deste conceito “local para reunir pessoas”, com isto, os prejuízos são severos a comunidade (pessoas que formam a Igreja).

Com apenas um dos pilares conceituais estabelecido é notável que as Igrejas estão cada vez mais bonitas, com revestimentos incríveis, tais como, piso em granito ou porcelanato, banheiros com acionamento automático das torneiras e vazos, climatização, água gelada nos pontos de circulação de pessoas, ornamentação impecável, vitrais que retratam a história daquela Igreja no Brasil, estacionamento com vagas numeradas e cobertas, bancos confortáveis e ergonômicos, pontos para depositar o lixo seletivo, segurança patrimonial e administração com computadores ligados em rede. Realmente este local está preparado para receber e reunir pessoas porem está cada vez mais longe de se tornar um Templo.

Sabemos que poucas Igrejas têm condições de implementar todos estes itens mencionados acima, sabemos também que por menor que seja a Igreja acabará implementando algum destes itens.

É importante salientar que um Templo só existe quando nele é preservado os conceitos básicos de reunir pessoas para transmitir a palavra ou mensagem de Deus.

A palavra de Deus se dá pelo som que é o segundo pilar na construção de qualquer Igreja, portanto todos os elementos descritos acima que compõem a arquitetura da Igreja quando somados deveriam ter a mesma importância que o som. 

É fato que o som (segundo pilar) atualmente tem menor valor que apenas um dos elementos que compõem o segundo pilar (reunir pessoas). Quando comparamos o valor investido no piso ao valor investido no som vamos notar que a Igreja investiu muito mais no piso do que no som. Quando somamos todo o investimento feito nestes elementos da arquitetura no interior do prédio e comparamos ao investimento feito no som vamos perceber que o som representa cerca de 0,5% (valor estimado) do investimento total feito na arquitetura do interior (revestimento, pintura, vitrais, iluminação decorativa, etc...). 

Este é um dos motivos pelo qual as pessoas saem de suas casas para buscar a palavra de Deus na Igreja, ao retornar para casa percebem que não foi possível compreender nada do que foi dito, mas têm a certeza que a Igreja está muito bonita.

Como vimos no início o conceito para construir um Templo está divido em reunir pessoas e transmitir a mensagem, sendo assim o investimento deve ser realizado na mesma proporção em cada um destes pilares.

Para que a mensagem seja transmitida com eficiência o Templo deve ter o som adequado para aquele prédio, neste caso o som no interior da Igreja pode ser divido em dois elementos, são eles, a acústica e equipamento de áudio.

Quando falamos de acústica algumas pessoas logo imaginam, espumas ou embalagens de ovos, porem a acústica para Igreja vai muito além destes ícones errados. 

Se a construtora ou arquiteto (a) contratado para projetar e construir a Igreja respeitar os dois pilares conceituais, imediatamente será agregada a equipe de projeto uma empresa especialista em Acústica que fornecerá todas as informações necessárias para a implementação do segundo pilar.

A melhor oportunidade para projetar a acústica de um Templo é quando ele ainda está no “papel”. O projeto de acústica em comum acordo com o projeto de arquitetura determinará o formato geométrico da Igreja em seu interior, altura do piso até o teto (pé direito), espessura das paredes, quantidade máxima de vitrais, difusores acústicos, painéis acústicos, tipo de forro, tipo dos bancos, revestimentos nas paredes e layout do altar/palco. Em teoria qualquer elemento inserido no interior da Igreja poderá interagir com o sistema de som e precisará ser avaliado.

Igrejas já construídas também podem ter sua acústica projetada e implementada com sucesso deste que planejada corretamente.

O projeto do sistema de áudio analisará quais são os equipamentos necessários para assegurar a qualidade na propagação do som dentro da Igreja, estes equipamentos são: microfones, mesa de som, processadores, amplificadores, filtros, caixas acústicas entre outros. 

Além dos equipamentos o projeto de áudio deve planejar toda a infra-estrutura de tubulação (tubos, canaletas, eletrocalhas, leitos, etc...) para o transporte dos sinais de áudio e terminações através de pontos de conexão para instrumentos e microfones. A distribuição da energia elétrica também será contemplada para assegurar que o áudio esteja livre de ruídos e interferências eletromagnéticas.

Quando olhamos para o segundo pilar (transmitir a palavra de Deus) com a informação adquirida sobre os projetos de acústica e áudio, podemos compreender melhor o som para Igreja, agora é possível distribuir de forma adequada os investimentos nas necessidades envolvidas para construção de um Templo.  

É vital manter o equilíbrio do investimento nos dois pilares para obter um templo que seja funcional, onde será capaz de receber as pessoas em local agradável e confortável para transmitir as palavras e mensagens de Deus.

Algumas Igrejas não são informadas pelos construtores a respeito do segundo pilar (transmissão da palavra) durante a construção de seu novo Templo, quando a verba é limitada a decisão imediata é investir todo dinheiro na construção, ao final percebem que há algo de errado com a acústica da Igreja. Nesta situação não existe verba para consertar o erro, assim a Igreja está condenada a passar muitos e muitos anos sofrendo com problemas na acústica.

Procure uma empresa especialista em acústica e áudio para prover as informações necessárias para obter um Templo agradável, capaz receber as pessoas com a finalidade de escutar com clareza a palavra de Deus.

A Liberty Engenharia está capacitada para elaborar os projetos em acústica e áudio que sua Igreja necessita sendo ela pequena, média ou de grande porte, alem de tornar seu Templo funcional os projetos provêm economia através da otimização de investimento.

Estamos a sua disposição, será um prazer atendê-lo (a).

Contatos:

F: (19) 3028-0696 / 3368-8368

e-mail: contato@libertyengenharia.com.br

site: www.somparaigreja.com.br

Destaques

Forro Acústico para Igrejas

Forro Acústico para Igrejas

A Liberty Engenharia apresenta o forro acústico ideal para igrejas que necessitam de tratamento acústico.
Desenvolvido e otimizado por Trimbo | Marketing Digital, Otimização de Sites, Links Patrocinados e E-commerce

Fale com a Liberty

Rua Quintino Bocaiúva, 39, SL 2

Campinas - SP

Telefone: (19) 3028-0696 | 3368-8368

Email: contato@libertyengenharia.com.br